BREVES APONTAMENTOS ACERCA DA MARGINALIZAÇÃO E BAIXA QUALIDADE DE VIDA DA POPULAÇÃO LGBT: reflexões sobre intolerância em organizações e discriminação no mercado de trabalho

  • Mirian Noemí Machado de Souza

Resumo

O mercado de trabalho tem sido considerado, ainda nos dias atuais, um privilégio de alguns. Discriminações desde o momento da contratação têm contribuído para que pessoas com identidade sexual diferente da cisheteronormativa não participem do mercado de trabalho plenamente, fazendo, dessa forma, com que a marginalização social da população LGBT aumente. Impedir ou dificultar o acesso de uma pessoa ao trabalho por sua identidade sexual pode provocar defasagem econômica, social, profissional e emocional, reiterando discursos e atitudes segregativas e intolerantes. Objetivando-se  compreender a maneira como o preconceito no mercado de trabalho tem contribuído para a marginalização da população LGBT, realizou-se revisão bibliográfica a fim de construir o presente artigo.

Publicado
2019-11-13
Seção
Artigos